Inserção: Menores aprendizes aprendem a lutar por uma vaga no mercado de trabalho

Na manhã desta sexta-feira, pelo menos, 80 adolescentes passaram por um ciclo de aprendizagem voltado à inserção no mercado de trabalho para menor jovem aprendiz. Em busca de uma oportunidade em um mercado altamente competitivo, eles receberam orientação de como se comportar diante de uma entrevista de emprego, o que é permitido ou não, receberam instruções de como funciona um convênio de estágio, assim como noções de empreendedorismo.

 

Joslaine Rodrigues tem 17 anos e mora em Sinop há cinco meses. Convidada pelo Sine para participar, disse que da manhã de capacitação, o que mais lhe chamou a atenção foi a parte em que ensinaram como se comportar diante de uma entrevista de emprego, o que vestir, como falar e, principalmente, ter, pelo menos, um pouco de conhecimento da atividade e funcionamento da empresa onde está buscando emprego. “Observei muito, mas muito mesmo. Isso é muito importante e faz toda a diferença na hora de conquistar uma vaga”, confessa a estudante do primeiro ano que já veio do Pará com a carteira de trabalho pronta.

 

Já para Edson Eduardo [14 anos] que já trabalhou na oficina do pai no contraturno do colégio, o foco principal da capacitação foi a questão de pontualidade. Ele, que fez Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) há apenas duas semanas, disse que pretende buscar um emprego para poder comprar suas coisas e, também, ajudar o pai com as despesas da casa. “Sou ansioso e essa questão de horário e pontualidade é muito importante para mim”, disse ao salientar o que mais lhe chamou a atenção.

 

Eles também receberam noções de empreendedorismo e o estabelecimento de metas foi ao encontro dos anseios de Samara Calongo [14 anos] que disse ter pretenção de cursar engenharia civil e se destacar como engenheira. “Eu nunca trabalhei, mas estou fazendo curso de informática e, ano que vem, quero fazer de auxiliar adminitrativo”, revela ao pontuar que acha importante começar cedo porque tem vontade de aprender. “A gente nunca aprende tudo. Tem sempre uma coisa nova, um conhecimento novo a se buscar”!

 

A manhã de palestras, orientação, capacitação e cadastramento foi feita no plenário Tião da São Camilo e integram a programação da Virada Sustentável. Foram convidados, para esse dia de qualificação profissional, alunos do Centro de Acolhimento Orientação e Proteção ao Adolescente (CAOPA), Projeto Luz do Amanhã e alguns jovens que já fizeram cadastro de emprego nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) em projeto anterior e semelhante à esse desenvolvido, há pouco tempo, pelo Sine.

 

O projeto foi idealizado pelo Sine que teve como parceiros o Sebrae e o Centro Integração Escola Empresa (CIEE). Ao encerrar os trabalhos, Débora Malagutti, revelou que a iniciativa e a parceria foi devido à uma grande deficiência que o mercado de trabalho apresenta em não conseguir preencher as vagas disponíveis por falta de qualificação profissional.

 

Foto: Caopa Sinop

 

 

Tags:

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Últimas Notícias
Please reload

124-1245658_inscreva-se-youtube-focolhe-
Banner Denuncie.jpg

 

©2017 - 2020 - Portal Sinop Urgente

Todos os direitos reservados

sinopurgente@hotmail.com

fernandoitamir@hotmail.com

Fernando Itamir - (66) 99223-1700