GREVE: Durante protesto, profissionais do HRS se retiram após grupo ligado a sindicato mudar o rumo da manifestação

 

A equipe do Hospital Regional de Sinop entrou em greve na tarde de terça-feira (10), eles revindicam o pagamento dos salários atrasados a dois meses, a falta de recolhimento do FGTS e de fornecimento de cesta básica. Na sexta-feira (06), os enfermeiros já haviam suspenso o atendimento.

A Secretaria de Estado e Saúde (Ses) se pronunciou por meio de nota e informou que essas questões são de total responsabilidade da Fundação que administra o hospital. 

A nota diz que a greve não pode comprometer o atendimento de urgência e emergência, UTI e nem os pacientes internados. A garantia desses serviços é acompanhada pelo Escritório Regional de Saúde em Sinop, que emite relatório diário.

 

Na tarde desta quarta-feira (11), uma manifestação foi realizada em frente à unidade médica, no centro da cidade, com o intuito de chamar a atenção do poder público, e exigir que os valores sejam repassados para a Fundação Comunitária Sinop, que administra o hospital.

No entanto, durante a manifestação, os profissionais que trabalha no Hospital, e iniciaram o movimento, se retiraram devido às manifestações tomarem um rumo político, por parte de um grupo formado por pessoas, na maioria, ligadas a Sindicato.

 

A enfermeira responsável pela unidade, Francislaine Almeida, explicou que defende todo tipo de manifestação popular, representativa e democrática, dentro dos princípios constitucionais legais. Contudo, quando percebeu que usavam a situação para se promover, decidiu retirar a equipe. “Repudia as manifestações de oportunismo político-partidário que vão na contramão destes mesmos princípios constitucionais”, relata em nota.

Conforme a Fundação, as dívidas chegam a R$ 10 milhões referentes a julho, agosto e setembro deste ano, além de outros R$ 17 milhões de fevereiro de 2016 a julho deste ano, que deixaram de ser repassados.

Sobre os valores repassados à Fundação, a Ses afirma que, no período de janeiro a agosto deste ano, o governo do Estado já repassou R$ 31, 4 milhões incluindo o mais recente repasse realizado no último dia 6 de outubro no valor de R$ 1,9 milhões, relativo ao mês de agosto.

Na semana que vem dois servidores da secretaria virão a Sinop para fiscalizar o cumprimento de metas previstas no contrato com a Fundação. Serão analisadas as produções do período de abril a setembro deste ano.

 

 

 

Tags:

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Últimas Notícias
Please reload

124-1245658_inscreva-se-youtube-focolhe-
Banner Denuncie.jpg

 

©2017 - 2020 - Portal Sinop Urgente

Todos os direitos reservados

sinopurgente@hotmail.com

fernandoitamir@hotmail.com

Fernando Itamir - (66) 99223-1700