CONTA DE ENERGIA: Procon passa por treinamento para melhor orientar consumidor

 

Os servidores do Órgão de Defesa do Consumidor (Procon - Sinop) estiveram durante toda a manhã desta sexta-feira, 20, em treinamento para entender todos os processos de tarifação da conta de elétrica e, assim, poder orientar melhor o consumidor que procura o órgão para esclarecimento ou registro de reclamação.

 

A iniciativa surgiu de uma reunião entre Procon e Energisa (empresa responsável pelo fornecimento de energia no município) que busca um canal mais direto com o consumidor a fim de encurtar os caminhos na resolução do registro de reclamações sem que seja necessário a abertura de audiência de conciliação.

 

O gestor de clientes da Energisa, Elizeu Pereira do Nascimento, explicou aos servidores, desde os atendentes aos conciliadores e assessores jurídicos da casa, o processo que vai da captação de recursos naturais e suas condições climáticas até a ponta a tarifação da fatura, que é o que afeta, diretamente, o consumidor.

 

“Em 2001, tivemos uma crise hídrica, o que nos levou a um racionamento de energia em todo o país. Para amenizar o impacto no bolso do consumidor, o Governo criou as termoelétricas”, explicou ilustrando que essas usinas também refletem um aumento menor no bolso do consumidor e que são acionadas em períodos de pico de consumo ou de incidências de seca.

 

Nascimento lembrou, ainda, que Cuiabá possui uma termoelétrica movida a gás que vem do gasoduto do país vizinho, Bolívia. Da lembrança, explicou que foi da crise e das alternativas que instituiu-se o bandeiramento para o consumidor linear, ou exagerado, de energia elétrica.

 

“Temos a bandeira verde, que é quando as usinas estão operando com fonte hídrica e o consumidor paga menos; temos a bandeira amarela, que é um sinal de alerta e o consumidor já começa a pagar pela insuficiência de recurso natural e temos a bandeira vermelha que significa uma situação muito desfavorável, uma crise hídrica, por exemplo, que refletirá significativamente no bolso da população.

 

Atentos à todas as palavras e gráficos apresentados pelo gestor de clientes, os servidores mostraram bastante satisfação com os esclarecimentos sobre a tarifação da energia elétrica. O coordenador executivo e de atendimento do órgão, Alex Cotrim, disse que os esclarecimentos auxiliarão, inclusive, no trabalho que o Órgão vem desempenhando com os idosos. Já o atendente, Orivaldo Pereira, solicitou, à Elizeu Pereira do Nascimento, que deixe uma tabela com os níveis de tarifação e respectivas bandeiras para que possam explicar com mais propriedade ao consumidor que for procurar o Procon por insatisfação nos valores apresentados na conta de energia.

 

A Energisa tem liderado o ranking de reclamações no Procon. Somente no mês de setembro, foram 15 registros de clientes. Na semana passada, uma reunião entre o Órgão de Defesa do Consumidor e concessionária de energia buscou solução para diminuir o número de audiência e tempo resposta ao consumidor.

 

O diretor do Procon, Cristiano Peixoto, explica que as respostas para o consumidor têm demorado em torno de 90 dias ou até 120 dias, variando de acordo com a burocracia estabelecida para cada processo. Peixoto cita o exemplo de que, após enviar uma Carta de Informação Preliminar (CIP), que pode demorar 30 dias, marca-se a audiência para depois de 30 a 45 dias. “Isso pode culminar em 75 dias gastos e o problema do consumidor corre o risco de não ser resolvido”.

 

Outro ponto ressaltado é a diminuição de gastos, tanto para Procon quanto para empresa reclamada. Ele exemplifica, ao apontar um processo, dizendo que: “eu tive dois gastos (com papel, com tinta, com correio) e o problema não foi resolvido. É importante poder estreitar essa relação porque a gente pode resolver muita coisa  no atendimento preliminar”, pontuou o diretor ilustrando que a prática já é comum com empresas como a Móveis Gazin, Móveis Martinelli e Água de Sinop.

 

 

 

Tags:

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Últimas Notícias
Please reload

124-1245658_inscreva-se-youtube-focolhe-
Banner Denuncie.jpg

 

©2017 - 2020 - Portal Sinop Urgente

Todos os direitos reservados

sinopurgente@hotmail.com

fernandoitamir@hotmail.com

Fernando Itamir - (66) 99223-1700